Make your own free website on Tripod.com

Como agem os ladrões de Condomínio   

Os marginais, atualmente, têm-se utilizado dos mais diversos ardis para entrar nos condomínios com a finalidade de cometerem algum tipo de delito contra seus moradores. O noticiário tem mostrado, exaustivamente neste último mês, vários assaltos em prédios e como isso tem acontecido. Os fatos mostram que em 90% das ocorrências de roubo em condomínios, os assaltantes entraram pela porta da frente do prédio, ou seja de alguma forma burlaram ou violaram o sistema de segurança montado, ludibriando principalmente o porteiro de serviço. Modus Operandi mais utilizados pelos ladrões para cometimento de delitos: · Saltando os muros e cercas do pátio em locais vulneráveis e fora da visibilidade do porteiro ou vigilantes; · Pulando os muros e cercas e, uma vez dentro do condomínio, galgam as varandas dos apartamentos para ter acesso a estes ou, também, pela escada de serviço; · Como “passageiros” de veículos de entrega que entram na garagem; · Pelo portão de serviço travestidos de prestadores de serviço da Telesp, Sabesp, Comgás, Eletropaulo, eletricistas, encanadores, entregadores de pizza e encomendas, etc.); · Iludindo o porteiro de forma que este permita que o ladrão entre pelo portão principal ou mesmo pelo portão da garagem; · Passando-se por comprador de imóvel, ludibriando o porteiro, sob a alegação de ter que olhá-lo, a fim de fazer uma avaliação; · Apresentando-se através de uma mulher bonita a fim de distrair a atenção do porteiro a fim de persuadi-lo a abrir o portão; · Pela porta principal ou portão da garagem, acompanhando um morador que entra a pé ou dirigindo um veículo, ameaçado e subjugado pelo assaltante; · Tocando a buzina ou piscando os faróis do veículo defronte o portão da garagem para que o porteiro o abra inocentemente; · Pelo portão da garagem quando este permanece aberto durante a entrada ou saída de veículos; · Pelo uso de artimanha junto ao porteiro, dizendo a este que veio buscar um TV, carro, sofá, etc., do morador, exibindo, até mesmo, bilhete e telefone do condômino para verificação; · Como morador do próprio condomínio (normalmente adolescente) ou mesmo como empregado; · Passando-se por amigos de moradores ou ainda dizendo-se vizinho a fim de acompanhar o condômino e enganar o porteiro; · Apresentando-se como entregador de cesta de café da manhã, flores, encomendas em geral, bem como entregador de jornais e revistas durante a noite; · Passando-se por policiais militares, policiais civis e policiais federais, uniformizados ou não, em carros particulares, querendo entrar no prédio; · Apresentando-se como oficial de justiça ou advogado querendo forçar a entrada no condomínio sem se identificar; · Por ação violenta de surpresa, com quadrilhas especializadas em tais delitos. O importante é se prevenir contra tais atos a fim de dificultar a ação dos meliantes, uma vez que estando preparados poderemos minimizar os Riscos de surpresas e de ficarmos reféns dessa covarde violência. José Elias de Godoy Oficial da PMESP, Consultor de Segurança em Condomínios e um dos autores do “Manual de Segurança em Condomínios

 

Voltar á Página de Assaltos á Prédios

Voltar á Página de Dicas

Ir á Página de Dicas de Aluguel